“50 pacientes com Covid-19 estão esperando por UTI na RMC”, alerta representante de prefeitos”

Números foram divulgados pela Secretaria da Saúde.

O crescimento exponencial de novas infecções e também de casos ativos da Covid-19 já refletem diretamente na espera por leitos de UTI. Nesta segunda-feira (30), o presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana (Assomec) e prefeito de Fazenda Rio Grande, Marcio Wozniack, informou que pelo menos 50 pacientes com diagnóstico da Covid-19 estão no aguardo de vagas de UTI em hospitais da região.

Os números foram divulgados aos prefeitos pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) durante a reunião de número 33 do Fórum Metropolitano de Combate à Covid-19. “São números alarmantes e que nunca alcançamos durante a pandemia. Praticamente 100% de todos os nossos hospitais de referência estão ocupados com casos de Covid-19, então é um dado alarmante, assustador e que nos chocou. Dos 50 pacientes que estariam na lista de espera por vagas, a maioria não tem previsão de conseguir um leito, o que é muito grave”, disse Marcio Wozniack.

Por conta dos números, as cidades da região metropolitana já debatem um regramento único de medidas restritivas. Uma proposta deve ser apresentada pelo Governo do Estado e pela Prefeitura de Curitiba deve acontecer ainda nesta semana.

Segundo Wozniack, o principal objetivo é o de frear o avanço da doença e a necessidade de abertura de novos leitos. “A Sesa pode até habilitar o leito, mas no momento temos uma dificuldade que é o de montar equipe médica após tanto tempo de pandemia. Acho que o estado nunca teve tanta gente internada na história da saúde pública”, concluiu.

Durante o fórum, os prefeitos constataram que as aglomerações estão sendo o principal problema no atual momento de combate a pandemia. Por conta disso, é esperado que as medidas visem principalmente combater a reunião expressiva de pessoas.

Números
Apenas na capital Curitiba, são 13.829 casos ativos na cidade, o que corresponde ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

Outra cidade que chama a atenção é Campo Largo, que até sexta-feira tinha 604 casos ativos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *