Gangue da dinamite ataca agências bancárias, troca tiros com a polícia e PM acaba baleada.

Agências bancárias da cidade de Floraí, no norte do Paraná, foram invadidas por bandidos da gangue da dinamite, durante a madrugada desta terça-feira (1). Eles entraram em confronto com equipes policiais por três vezes durante a tentativa de fuga e uma policial militar acabou baleada. Os criminosos seguem foragidos.

Um dos veículos, usado pelos suspeitos, passava por Ponta Grossa, no perímetro urbano da BR-373, nos Campos Gerais do Estado, no final da manhã. De acordo com o coronel Leonel Besserra, comandante da Polícia Militar (PM) em Ponta Grossa, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) tentaram abordar o carro, mas foram recebidos a tiros. “Eles foram indicados para a PRF como suspeitos. A equipe foi tentar fazer a abordagem na entrada da cidade de Ponta Grossa e os marginais efetuaram vários disparos de fuzil 556 nessa viatura da PRF”, contou o comandante.

A viatura da PRF é blindada e nenhum dos agentes ficou ferido. Momentos depois, policiais militares também tentaram interceptar os ladrões e houve um novo confronto armado. “No segundo confronto, a PRF pediu apoio do 1º Batalhão da PM. Uma das nossas equipes ao tentar abordar esse veículo no acompanhamento tático também acabou tendo a viatura alvejada com vários tiros”, relatou Besserra.

O coronel ainda ressaltou que a soldado Rudnik, baleada na troca de tiros, passa bem e já está em casa. Dois tiros teriam atingido de raspão a perna da policial. E os bandidos seguiram em fuga. Uma hora depois, por volta das 14h, PMs do Bope (Batalhão de Operações Especiais) encontraram o veículo e houve acompanhamento. O carro capotou em uma estrada rural, na localidade de Taquari dos Polacos, há 15 quilômetros do centro de Ponta Grossa. Aconteceu a terceira troca de tiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *