Acusado de manter esposa em cárcere na RMC deve responder em liberdade.

A juíza Katiane Fatima Pellin, da 2ª Vara Criminal de Colombo, concedeu liberdade provisória ao homem, de 29 anos, acusado de cárcere privado contra a esposa. A decisão é desta quarta-feira (02) e prevê o pagamento de fiança no valor de um salário mínimo nacional.

O acusado foi preso na manhã desta terça-feira (1), em Colombo, na região metropolitana de Curitiba (RMC), após a Guarda Municipal (GM) ir até a residência localizada no barro Monte Castelo.

O agente Fabrício Camargo contou que a mulher não foi trabalhar por dois dias, o que despertou a atenção de colegas de trabalho. A vítima relatou agressões e disse que foi obrigada a não sair de casa.

Em nota enviada, Leonardo Mateus Nolli, o defensor do acusado, afirma que o marido apenas se defendeu “de um estrangulamento praticado por sua esposa” durante discussão causada unicamente por problemas financeiros e que a mulher “não foi privada em nenhum momento de sua liberdade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *