MAIS UM FIM DE SEMANA MARCADO PELA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER.

LEI MARIA DA PENHA.

A Guarda Municipal de Araucária atendeu somente no período entre a noite de sexta feira 18 de dezembro, e domingo até 00:00, a 15 ocorrências relacionadas à violência contra mulheres.

Essas ocorrências, resultaram na prisão de três agressores que foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil, e irão responder pela violência baseada na Lei 11.340/06(Lei Maria da Penha).



Na madrugada de sexta feira 18, um homem chegou em casa no bairro Capela Velha, embriagado e violento, expulsou a sua companheira pra fora de casa com seu filho menor de idade.
Quando a Equipe chegou no endereço, a vítima estava na rua, chorando muito pois não tinha pra onde ir com seu filho.
Em conversa com a mulher, a Equipe teve autorização e entrou no terreno da casa e tentou conversar com o agressor, porém, sem sucesso.
O homem se negou a sair, e diante da situação de flagrante da violência, a Equipe forçou a entrada e houve a necessidade do uso progressivo e diferenciado da força(uso de arma de eletrochoque) para conter a agressividade do autor da violência.

No sábado 19 de dezembro, a Central da Guarda Municipal recebeu um pedido de socorro de uma vítima de agressão por parte de seu ex companheira, no bairro Cachoeira.
Segundo a vítima, o homem invadiu sua casa e a pegou pelo pescoço e disse que iria matá-la.

Uma Equipe foi deslocada com brevidade, mas ao chegar no endereço, o homem já havia se evadido.
Esta situação ocorreu por três vezes durante o dia.
O homem chegava na casa, ameaçava e se retirava do local antes da chegada de uma Equipe Policial.
Na quarta vez que ele esteve na residência, a Equipe Comando estava próximo e já de posse das características do veículo usado pelo agressor, logrou êxito em abordar ele saindo da rua da casa de sua ex.
O homem foi encaminhado a presença da Autoridade Policial, que, pela gravidade das ameaças o autuou em flagrante e arbitrou uma fiança de $5.000,00.

Também no sábado a noite, por volta das 19h40, esteve na Sede da Guarda Municipal, na Av. Archelau de Almeida Torres, uma senhora se dizendo ter sido agredida por seu marido.
Uma Equipe foi até a endereço na rua Alfredo Voss, no bairro Costeira e deu voz de prisão ao agressor, pois a vítima apresentava lesões aparentes provocadas segundo ela, por chutes desferidos pelo homem.
Ele foi encaminhado a delegacia de Polícia Civil para às providências cabíveis.

Texto: GM Matiak.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *