Criminoso que RONE eliminou em confronto era sequestrador do irmão de Zezé di Camargo e Luciano

Um dos cinco criminosos mortos em confronto com a RONE neste fim de semana em São José dos Pinhais, é um velho conhecido da polícia, com 108 anos de condenação de prisão por diversos crimes.

Ozélio de Oliveira estava preso na Penitenciária Estadual de Piraquara, e em 2018 conseguiu fugir com outros 28 presos, quando criminosos explodiram o muro da penitenciária. Ele respondia por roubo, homicídio, sequestro e diversos outros crimes.

Em 1998, Ozélio participou do sequestro de Wellington Camargo, irmão de Zezé di Camargo e Luciano, em Goiânia. Os criminosos chegaram a cortar parte da orelha do refém e enviaram para a família junto com um bilhete.

A família pagou o resgate de R$ 300 mil reais e Wellington foi solto após após quase 4 meses mantido em cativeiro. Três dias após a soltura, policiais prenderam 7 dos 10 envolvidos no crime.

A morte no confronto com a RONE

Cinco criminosos que seriam de uma facção criminosa paulista morreram na noite desta sexta-feira (8), após uma série de confrontos em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

Os criminosos estavam em dois veículos Peugeot e as equipes de RONE conseguiram visualizar os veículos iniciaram o acompanhamento tático. O bando se dividiu e os policiais de RONE também.

Em um dos carros estavam dois marginais em Peugeot Escapade e na rua Mariano Skakuy, no Rio Pequeno, houve confronto. Um dos indivíduos foi baleado e o comparsa correu para o matagal. Os policiais realizaram incursão na região de mata e o indivíduo retornou para onde estava o veículo e houve novo confronto.

Ambos morreram antes da chegada do Siate. No veículo Escapade foram encontrados fardamentos militares. Com eles foram encontradas pistolas.

As outras equipes continuaram o cerco ao outro veículo em fuga com três criminosos. Um dos marginais pulou do carro e correu para um matagal enquanto os outros dois continuaram a fuga na região do Parque da Fonte e Jardim Independência. Na rua Elvira Schaffer da Rosa houve novo confronto e dois criminosos foram baleados. O terceiro que havia pulado do carro também foi baleado em confronto com outra equipe de RONE. Novamente o Siate foi acionado e os três morreram antes da chegada do socorro.

Os policiais encontraram uma espingarda calibre 12, balaclavas e fardamento militar. De acordo com informações repassadas pela polícia, o bando veio de São Paulo para sequestrar um empresário de São José dos Pinhais. Todos os mortos são do estado de São Paulo. Foram apreendidas uma espingarda calibre 12, duas pistolas 380, 1 pistola 9mm, 1 revólver calibre 38, dois coletes balísticos, balaclavas, 8 algemas de plástico e fardamento do Exército brasileiro com coturno

Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Curitiba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *