Trabalhador fica soterrado após deslizamento de terra em empresa e bombeiros fazem buscas

Um trabalhador está desaparecido e bombeiros fazem buscas pela vítima que foi soterrada após um deslizamento de terra em uma fábrica, no final da tarde desta quarta-feira (3), no bairro Vista Alegre, em Curitiba. Um outro funcionário da Trombini Embalagens teria conseguido sair do local a tempo.

De acordo com o capitão Petrus, do Corpo de Bombeiros, dois homens que estavam dentro de um caminhão trabalhavam próximo a uma caldeira da empresa quando houve o deslizamento. “Um barranco que fica na lateral da empresa deslizou, arrastou a estrutura de uma caixa d’água e caiu sobre o caminhão”, descreveu.


O capitão também contou que as equipes que fazem buscas tentaram contato verbal com a vítima desaparecida, mas não houve sucesso. Pelo menos três cães do Grupo de Operações de Socorro Tático do Corpo de Bombeiros (Gost) auxiliam na procura. O homem ainda não foi identificado.

Questionado sobre a possibilidade de a chuva ter contribuído para o acidente, Petrus disse que ainda é cedo para fazer essa afirmação. Ele não soube informar o quadro de saúde do trabalhador que conseguiu escapar do acidente.

O coronel Péricles de Matos, da Defesa Civil, afirmou que o órgão está contribuindo com as buscas e que a expectativa é que a vítima seja encontrada com vida. “O trabalho é muito técnico e a prioridade é tentar resgatar a vítima com vida”, disse após alertar que há riscos de acontecer um novo deslizamento no local por causa da chuva.

O inspetor Nelson Ribeiro, também da Defesa Civil, demonstrou a mesma preocupação que o coronel em relação às chuvas que atrapalham no resgate e promovem a preocupação sobre um novo deslizamento.

O engenheiro responsável pela Coordenadoria de Segurança de Edificações e Imóveis, Marcelo Solera, acrescentou que o acidente foi bastante agressivo e que o barracão que aparece nas imagens (veja abaixo) foi interditado.



“O barracão e a área afetada estão totalmente interditados, e a empresa já foi orientada para que execute todos os serviços necessários que garantam a segurança no local, principalmente em relação a novos deslizamentos’, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *