Siameses brasileiros unidos pelo crânio são separados após 7 cirurgias; procedimento durou 27 horas

Uma equipe formada por médicos do Rio de Janeiro e de Londres conseguiu separar com sucesso gêmeos siameses unidos pelo crânio. Arthur e Bernardo Lima, de 3 anos, passaram por sete cirurgias com ajuda de técnicas de realidade virtual. O procedimento durou, ao todo, 27 horas.

Foram quase 100 médicos envolvidos. As cirurgias foram realizadas no Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer, no Rio. Segundo a Gemini Untwined, instituição britânica especialista em cirurgias de separação, o caso dos brasileiros foi o mais complexo realizado até então.

As equipes passaram meses testando realidade virtual com base em tomografias computadorizadas e ressonâncias magnéticas de Arthur e Bernardo

Por : Banda b

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.