Araucaria

  • Grave acidente deixa vítima fatal na PR 423 e um ônibus em chamas

    Um motorista perdeu a vida em um gravíssimo acidente ocorrido no final da tarde desta terça-feira, 13 de abril, no Km19 da PR 423, rodovia que liga Araucária a Campo Largo. Segundo informações, o motorista de um veículo não teria respeitado a sinalização de “pare” existente no acesso, e entrado direto na rodovia. Um caminhão tanque, que vinha de Araucária, não conseguiu frear, ainda tentou desviar, mas acabou atingindo em cheio o carro. Nesse mesmo instante, um ônibus, que vinha de Campo Largo, tentou tirar o veículo para escapar da colisão, mas acabou tendo a parte traseira atingida, explodiu e pegou fogo, sendo totalmente destruído pelas chamas. No ônibus estava apenas o motorista, que conseguiu sair ileso.



    Infelizmente o motorista do veículo não teve a mesma sorte. Após colidir, a carreta tombou e arrastou o carro para uma ribanceira. O caminhão caiu em cima do mesmo e o condutor morreu no local. O motorista da carreta teve ferimentos, mas sem maiores gravidades, e foi atendido pelo Siate. Também há informações de que o condutor do veículo seria um taxista de Araucária.

    Duas ambulâncias do Corpo de Bombeiros e equipes da Defesa Civil atenderam o incêndio. Órgãos de trânsito organizaram o congestionamento que se formou no local

    Por : O Popular

  • TCE condena Zezé e mais dois a devolver R$ 4,2 mi aos cofres públicos.

    O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE) condenou, em julgamento concluído no último dia 25 de fevereiro, o ex-prefeito Albanor José Ferreira Gomes (Podemos) a devolver aos cofres da Prefeitura de Araucária R$ 4,2 milhões que teriam sido repassados indevidamente a uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP).

    Os valores terão que ser devolvidos solidariamente por Zezé, o Instituto Confiancce (OSCIP com quem a Prefeitura celebrou a parceria) e a presidente do Instituto, Clarice Lourenço Theriba. A decisão é fruto de uma Tomada de Contas Extraordinária instaurada para averiguar a parceria celebrada entre a Prefeitura de Araucária e o Instituto Confiancce, isto no ano de 2011, e que tinha como objeto a prestação de serviços de plantão médico no Pronto Atendimento Infantil (PAI) e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade.

    Ainda conforme a decisão dos conselheiros do Tribunal de Contas, os R$ 4,2 milhões precisarão ser atualizados monetariamente quando a devolução dos recursos for feita por Zezé e os outros dois condenados.

    Conforme o acórdão do Tribunal de Contas, os valores foram repassados pela Prefeitura ao Instituto Confiancce por meio de uma transferência voluntária. Ou seja, sem a realização de um processo de concorrência. Os conselheiros entenderam que houve inadequação do procedimento de escolha do Instituto e do instrumento formal utilizado para formar o vínculo; além da imprópria terceirização de serviços públicos e da falta de prestação de contas.

    Quando da instauração do processo de Tomada de Contas, a Coordenadoria de Fiscalização de Contratos (Cofit) do Tribunal, responsável pela instrução do processo, opinou pela irregularidade das contas, com aplicação de sanções aos responsáveis. O Ministério Público de Contas concordou integralmente com a unidade técnica em seu parecer.

    Em seu voto, o relator do processo, conselheiro Artagão de Mattos Leão, entendeu corretas as análises feitas pela unidade técnica e com o parecer do órgão ministerial. Ele afirmou que houve desrespeito ao que diz a legislação brasileira, já que o vínculo entre a Prefeitura e o Instituto Confiancce não foi feito por meio de Termos de Parceria e sim um simples contrato administrativo. Artagão ainda apontou que sequer houve concurso de projetos para a escolha da Oscip parceira.

    O relator pontuou também que houve violação às regras da legislação que regem o concurso público e autorizam a participação de particulares no Sistema Único de Saúde (SUS) apenas em caráter complementar. Isso porque o ajuste envolveu a terceirização irregular de serviços públicos, pois todos os encargos da parceria eram de responsabilidade do Município, o qual disponibilizou a capacidade instalada, realizou o controle das atividades desenvolvidas e a distribuição de recursos para pagamentos dos contratados. Finalmente, o relator destacou que não houve qualquer prestação de contas em relação aos recursos repassados por meio da parceria.

    Recurso
    Albanor e os outros dois condenados ainda podem recorrer da decisão da Primeira Câmara de julgamentos do Tribunal de Contas.

    Texto: Waldiclei Barboza / O Popular

  • Após falecimento de pai e irmã por covid-19, morre ex- deputada estadual Irondi Pugliesi.

    Faleceu nesta segunda-feira (12), aos 73 anos, a ex-deputada estadual Irondi Pugliesi, em decorrência de complicações causadas pela covid-19. Irondi foi deputada estadual entre os anos de 1983 a 1991 e de 1995 a 1999 e foi casada com o também ex-deputado Waldyr Pugliesi. Ela estava internada desde março no Hospital Honpar, de Arapongas. O pai e a irmã de Irondi também faleceram vítimas da covid-19.

    Em matéria publicada no site da Assembleia Legislativa do Paraná, os deputados estaduais lamentaram o falecimento de Irondi.



    “Lamentamos o falecimento dessa grande pessoa, uma mulher guerreira, uma parlamentar exemplar seja aqui na Assembleia ou na Câmara de Vereadores de Arapongas onde também exerceu mandato. Defensora dos direitos das mulheres em uma época em que não se discutia tão abertamente o assunto como hoje. Infelizmente é mais uma vítima da covid-19. Os meus sentimentos ao amigo Waldyr e toda a família”.

    disse o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB).
    O primeiro secretário da Assembleia, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) usou o Twitter para expressar sentimentos pela morte da ex-deputada. “Lamento a morte por Covid-19 da querida ex-deputada Irondi Pugliesi. Foi ela que no início da década de 1980 implantou o primeiro Conselho da Condição Feminina no Paraná. Perdemos uma lutadora a favor dos direitos humanos e da democracia. Ao Waldyr e filhas minhas condolências”.

    O pai de Irondi, Liberto Mantovani, de 97 anos, faleceu no último 28 de março, também vítima da covid-19. Ele também estava internado no Honpar. A ex-deputada perdeu a irmã Irahi Mantovani de 75 anos, também por complicações do novo coronavírus.


    Irondi Pugliesi era casada com Waldyr Pugliesi, ex-prefeito municipal de Arapongas e deixa três filhas.

    Foi vereadora de Arapongas pelo MDB, de 1973 a 1977. Primeira mulher eleita deputada estadual na história do Paraná pelo PMDB em dois mandatos – de 1983 a 1991. Foi presidente do Conselho Estadual da Condição Feminina desde sua fundação, em 1986. Integrou a comissão que elaborou o anteprojeto da criação do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, sendo sua representante no Paraná.

    Além disso, a deputada representou o Paraná na conferência promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU), em Nairobi – Quênia (África), para avaliação da década da mulher, em 1985; no Congresso Nacional de Mulheres, promovido pela Federação Democrática Internacional de Mulheres em Moscou, em julho de 1987 e no 4 o Encontro Feminista Latino Americano e do Caribe, em 1987, no México.

    A convite da Federação das Mulheres Cubanas, visitou Cuba como integrante da Comissão do Conselho Estadual da Condição Feminina. A convite da Frente Ampla de Mulheres do Chile, participou da manifestação contra a ditadura de Pinochet, em 08 de março de 1987 – Dia Internacional da Mulher.

    Autora da lei que proíbe a instalação de usina nuclear no Estado do Paraná e primeira mulher a participar da Assembleia Estadual Constituinte, onde teve 80% de suas propostas aprovadas, sendo autora da emenda ao artigo n° 170, estabelecendo como dever ao Poder Público o atendimento em creche e pré-escola às crianças de até seis anos de idade. É autora do projeto que instituiu a distribuição gratuita de leite de soja no município de Arapongas.

    Fundadora do MDB e do PMDB; presidente do PMDB Feminino do Paraná por três gestões; delegada à Convenção Nacional e membro do Diretório Regional.

    Fundadora e presidente do PST de Arapongas em 1991 e eleita membro do Diretório Regional em 1992. Presidente do PP de Arapongas e vereadora eleita em 1992.

    Em 1994 elegeu-se deputada estadual para o seu terceiro mandato. Na Assembleia Legislativa foi vice-presidente da Comissão de Ecologia e Meio Ambiente e titular da Comissão de Educação, Cultura e Esportes e ainda suplente da Comissão de Saúde Pública.

  • Homem pega a arma da esposa, vai para boate, se exibe para garotas de programa e dispara na própria mão.

    Na última sexta-feira (09) um homem acabou se dando mal ao querer se mostrar para mulheres em Curitiba.

    Segundo informações, o homem estava em uma boate e quis mostrar uma arma para as garotas de programa do local, entretanto ao pegar a arma ele acabou acidentalmente atirando na própria mão.



    A Polícia Militar foi acionada e descobriu que o homem tinha um mandado de prisão em aberto desde 2011 por roubo. Ele foi socorrido e depois encaminhado para a delegacia para ser autuado.

    A polícia relatou que o homem tinha pego a arma da esposa, que tem o porte e o registro da arma. A arma é registrada para tiro esportivo.

  • Motorista bêbado invade área de acidente na BR-369 e quase atropela socorristas.

    Na noite deste domingo (11) quase que um motorista embriagado causa uma tragédia em Arapongas, no Paraná.

    Dois acidentes haviam sido registrados na sequência na BR-369, próximo ao Trópico de Capricórnio, na cidade. Enquanto os socorristas trabalhavam atendendo os dois primeiros acidentes, um veículo Gol invadiu a área isolada para atendimento das vítimas e quase atropelou os socorristas que prestavam atendimento para estar vítimas.



    Segundo o relato de um destes socorristas, o motorista do Gol aparentava sinais de embriaguez.

    Os primeiros acidentes
    A primeira colisão foi entre dois carros, um Escort e uma Saveiro. Com o impacto da colisão, o veículo Escort foi parar dentro de uma canaleta que divide as pistas da rodovia. Três pessoas ficaram feridas e precisaram ser socorridas, todas tiveram ferimentos leves.

    Em seguida, outro acidente foi registrado no mesmo local, um caminhão não conseguiu frear e atingiu vários carros que estavam na rodovia com velocidade reduzida devido ao primeiro acidente. Cinco carros foram atingidos pelo caminhão. O motorista do caminhão precisou ser socorrido e encaminhado para um hospital da região. Nenhuma das pessoas que estava nos carros atingidos ficou ferida.

  • Homem vai até casa de vizinho, abre fogo e mata adolescente na RMC.,

    Um homem identificado por Marcos Aurélio, abriu fogo e matou um adolescente de 14 anos que participava de um chá de panela na Rua Cisne, bairro Arruda em Colombo.

    O fato foi registrado na noite deste domingo (11), quando algumas pessoas estavam reunidas realizando um chá de panela. Houve uma discussão envolvendo um casal de amigos que estava ali e o vizinho que mora a poucos metros de onde acontecia a cerimônia, pegou uma arma, foi em frente a residência onde acontecia o chá de panela e descarregou um revólver calibre 38.



    Após efetuar os disparos e ficar sem munição, os participantes do chá de panela e alguns moradores partiram para cima de Marcos que quase foi linchado. Dois amigos de Marcos o colocaram em um veículo Peugeot e fugiram do local.

    Familiares do adolescente baleado o colocaram em um carro e deslocaram até Curitiba, porém na Avenida Paraná, no bairro Santa Cândida, o condutor do carro que levava o adolescente colidiu em um ônibus.

    O Siate foi acionado e chegou a socorrer o adolescente que morreu dentro da ambulância. O motorista do carro que levava o adolescente foi preso por dirigir embriagado.

    No ônibus, três pessoas ficaram feridas sem gravidade.

    Após o fato, policiais militares da ROTAM receberam uma informação de que Marcos Aurélio havia jogado a arma em um terreno. Os policiais foram até o local indicado e encontraram a arma do crime com cinco munições deflagradas.

    A arma foi encaminhada para a Delegacia do Alto Maracanã. Até o momento, Marcos ainda não foi localizado pela polícia. A motivação dos disparos ainda é desconhecida.

    O corpo do adolescente foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Curitiba.

  • Morre cinegrafista da RIC TV de Londrina

    Tristeza na comunicação do Paraná. O cinegrafista Ronaldo Batista que trabalhava internamente iniciou nesta segunda-feira (12) seu primeiro dia como cinegrafista de rua pela RIC TV, cobrindo férias. Após participar de um link ao vivo no horário de almoço, ele encerrou o expediente e retornava para sua casa, quando ao acessar a rua de sua residência na zona norte de Londrina, sofreu um mau súbito e caiu de moto.
    O Siate chegou a ser acionado, mas Ronaldo não resistiu e morreu no local.

    Ronaldo trabalhava como operador de câmera há pelo menos 15 anos, era muito querido por todos.

    Descanse em paz…

  • Homem que teria estuprado criança de 3 anos morre em confronto com a PM

    Policiais militares que estavam na 4° Companhia do 12° Batalhão localizada na Avenida Vereador Toaldo Túlio, em Santa Felicidade, notaram que um homem chegou no local bastante revoltado relatando que sua filha de 3 anos havia sido estuprada.

    O homem repassou o endereço onde o indivíduo estaria e os policiais deslocaram até a Rua Bortolo Cuman, no bairro Butiatuvinha.



    A equipe chegou na residência indicada e ao visualizar o indivíduo, o mesmo armado com um facão partiu para cima dos policiais que precisaram efetuar disparos para cessar a injusta agressão. Os disparos conseguiram neutralizar o indivíduo e o Siate foi acionado.

    Os socorristas chegaram rapidamente, mas o indivíduo não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

    A criança de 3 anos precisou ser socorrida pelo Siate e apresentava sangramento na genitalia. Ela foi encaminhada ao Hospital Evangélico.

    O local foi isolado e a Polícia Civil deve apurar como aconteceu o abuso. O nome do indivíduo morto até o momento não foi divulgado.

  • POLÍCIA MILITAR CAPTURA UM DOS CHEFE DO PCC FORAGIDO EM RESTAURANTE LUXUOSO EM CURITIBA

    Ontem foi preso um dos líderes do PCC, o qual está condenado a 76 anos de prisão (tráfico de drogas, homicídio, porte ilegal de arma), mas havia fugido, a aproximadamente um ano, do sistema penitenciário.

    Ele foi preso em um restaurante luxuoso de Curitiba, mediante ação conjunta da Polícia Militar do Paraná, enquanto estava desfrutando do requintado ambiente, com uma mulher.



    O preso agia na região de Campo Largo e segundo informações, diversos homicídios estavam acontecendo pela ação dele naquele município.

    Conste-se que o faccionado já havia sido preso em 2019, pelo próprio Centro de Inteligência/PMPR, e veio a evadir do sistema penitenciário em 2020.

    Com o evadido foram encontrados os seguintes materiais:

    – 01 pistola Glock (9 mm.);
    – 37 munições;
    – 01 carregador de 30 munições;
    – 01 colete balístico;
    – 01 documento falso;
    – 01 peruca (para disfarce).

    Seguem algumas matérias jornalísticas, as quais relatam a fuga e a periculosidade do preso.

    POLÍCIA MILITAR DO PARANÁ
    AÇÃO CONJUNTA
    12º. BPM E CENTRO DE INTELIGÊNCIA

    RECAPTURA DE EVADIDO (LIDERANÇA PCC)

  • Itinerário de trem entre Curitiba e Morretes está de volta.

    Um artigo científico em pré-print (ainda sem revisão por pares) aponta que a eficácia da Coronavac contra a Covid-19 é maior do que o dado anteriormente divulgado. A chamada eficácia primária, que representa a proteção da vacina contra a doença em qualquer intensidade, passou de 50,38% para 50,7%, chegando a 62,3% com intervalos maiores entre as doses.

    Contra casos moderados, o imunizante tem eficácia de 83,7%, quando o dado anterior apontava 78%.

    As informações constam de artigo elaborado pelos profissionais que conduziram os testes da Coronavac no Brasil, liderados pelo Instituto Butantan. O documento foi submetido para análise da revista científica The Lancet.

    O estudo avaliou o efeito da vacina em 12,4 mil voluntários em 16 centros de pesquisa no País e teve os primeiros resultados divulgados pelo governo de São Paulo em 7 de janeiro.

    A vacina começou a ser aplicada nacionalmente no dia 18 de janeiro e a produção pelo Butantan representa a maior parte das doses distribuídas até aqui.

    “Esse estudo corrobora o que já havíamos anunciado há cerca de três meses e nos dão ainda mais segurança sobre a efetiva proteção que a vacina do Butantan proporciona. Não resta nenhuma sombra de dúvida sobre a qualidade do imunizante”, afirmou em nota à imprensa Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

    A análise divulgada no domingo (11), aponta que os resultados de eficácia podem melhorar se houver um intervalo maior entre as doses. No estudo, a maior parte dos voluntários receberam as vacinas com intervalo de 14 dias dada a urgência para análise do imunizante e necessidade de proteção dos profissionais de saúde.

    Os pesquisadores acreditam que um período de 28 dias seja o mais adequado. “Os dados sugerem que é recomendável encorajar intervalos maiores entre as doses, como 28 dias, na implementação da vacina”, escrevem no artigo.

    A bula da Coronavac estipula o intervalo para a segunda dose como de 14 a 28 dias, mas a aplicação a partir do 21º já é defendida pelo Butantan desde o mês de janeiro. Um intervalo ainda maior entre as doses chegou a ser cogitado como forma de ampliar a cobertura da vacinação e acelerar a aplicação, o que acabou não sendo implementado.

    Um intervalo superior a 28 dias não é consenso entre os especialistas diante dos efeitos não estudados sobre a eficácia do imunizante.

    Uma outra informação que consta do artigo é que a Coronavac se revelou eficaz na proteção contra as chamadas variantes de preocupação P.1 e P.2 do vírus SARS-CoV-2.



    “Apesar de as variantes terem várias mutações que são chave para o funcionamento de muitos anticorpos, houve uma neutralização consistente dessas variantes por parte do soro dos participantes que receberam a vacina inativada”, pontuaram os especialistas no documento.

    O aumento da circulação da P.1, a chamada variante brasileira, primeiramente identificada em Manaus, é associado à vertiginosa elevação da curva de casos, internações e mortes vista no País a partir de janeiro.

    No início do ano, a crise em Manaus chegou a afetar o abastecimento de oxigênio, problema que se alastrou pelo Brasil a partir de fevereiro com continuidade em março, o mês mais letal da pandemia até aqui, com 66 mil mortes pela doença.

  • Mulher sai para passear na praia e acaba sendo estuprada em Guaratuba.

    Uma mulher de 26 anos, com endereço em Fazenda Rio Grande, passou por maus momentos neste final de semana em Guaratuba, no Litoral do Paraná. Ela saiu para passear na praia, acabou se perdendo e foi vítima de estupro e cárcere privado. A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar na tarde de sábado (10/4) na Avenida Rio Negro, no bairro Coroados.

    Ao ser encontrada pela PM, a mulher confirmou ter sido vítima de sequestro seguido de estupro. Ela contou que havia saído na noite de sexta-feira para ir até a praia, mas acabou se perdendo e não sabia como retornar para a casa aonde estava. A jovem começou a pedir ajuda para as pessoas que encontrava, mas não conseguiu localizar o endereço.

    Já no início da manhã de sábado, ainda de acordo com o que disse aos policiais militares, ela solicitou ajuda para um homem e este falou que a ajudaria. Porém, o desconhecido afirmou que, primeiro, teria que passar na casa dele para apanhar algo, mas, assim que pisou na casa do homem, esse trancou a porta e o pesadelo começou.

    Com uma faca em punho, o homem mandou que a mulher tomasse banho e, em seguida, a estuprou por três vezes. A vítima só conseguiu escapar da casa do tarado à tarde, após ele dormir. Ela pediu ajuda na rua e foi localizada pela PM, que a procurava desde às 11h – horário em que o namorado dela registrou a ocorrência do seu desaparecimento.


    PRISÃO DO SUSPEITO

    Com os dados fornecidos pela vítima, os policiais militares iniciaram patrulhamento e conseguiram localizar o homem apontado como autor do sequestro e estupro e conduzi-lo para a Delegacia de Polícia Civil.

    O suspeito, de 39 anos, foi levado para a DP com a faca que teria sido usada para ameaçar a mulher e outros objetos encontrados na casa dele.

  • BARRACAO COM PLANTACAO DE MACONHA É DESCOBERTO PELA PRF

    Um galpão que escondia uma plantação de maconha foi descoberto pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta segunda-feira (12), em Vera Cruz do Oeste, no oeste paranaense.

    No local, foram apreendidos 78 pés de maconha, porções da droga pronta para o consumo e armas. Três homens foram presos.

    Segundo a PRF, os policiais chegaram ao galpão depois que tentaram abordar um motorista em atitude suspeita, que fugiu. Ele foi seguido, entrou em uma propriedade rural, abandonou o carro e conseguiu escapar por um matagal.



    Durante as buscas, os policiais encontraram um galpão. De dentro deste lugar, saíram dois homens, que foram abordados e revelaram o que escondiam.

    No interior do galpão, conforme a PRF, foram encontrados 40 pés de maconha em processo de secagem e duas embalagens de marmita com a droga embalada, pronta para o consumo. Do lado de fora, os policiais encontraram mais 38 pés de maconha plantados.

    Em uma casa, que faz parte da propriedade rural, os policiais encontraram 53 embalagens com mais maconha. Também foi achada uma espingarda calibre 22, um revólver calibre 22 e munições.

    Creditos: g1.globo.com

  • JOVENS SEM HABILITAÇÃO SÃO FLAGRADOS PRATICANDO DIREÇÃO PERIGOSA PRÓXIMO A BARRAGEM.

    Em que pese a flexibilização dos Decretos, a aglomeração de pessoas em festas e outros eventos ainda estão proibidos, porém, em mais final de semana a Guarda Municipal de Araucária enfrentou problemas na barragem do São Miguel.
    Inúmeras pessoas estiveram neste domingo (11) de abril, em vários pontos da represa fazendo uso de bebidas alcoólicas e narguilés como se não existisse a pandemia, que tem ceifado tantas vidas.

    As Equipes estiveram orientando os frequentadores do local, e flagraram alguns rapazes pilotando motocicletas de forma perigosa, empinando em alta velocidade em um espaço onde haviam pessoas, incluindo idosos e crianças.

    Ao tentar abordar as referidas motocicletas, os jovens empreenderam fuga com os veículos entrando no bosque da rua Pelicano(Parque Ambiental). Foram acionados o pelotão de motos da GMA (GTAM), que conseguiu abordar cinco destes motociclistas, e na checagem dos documentos pessoais e das motos, descobriram que nem um dos rapazes possuía Habilitação (CNH) para conduzir veículos/motos, e as motocicletas não tinham a documentação em nome dos pilotos bem como estavam irregulares. Inclusive uma delas não tinha placa de registro.

    O Departamento de Trânsito foi solicitado na ocorrência, e fez o recolhimento das cinco motocicletas que podem ser devolvidas ao proprietário documental, assim que forem pagas as pendências administrativas.

    Fotos: Divulgação GMA
    Texto: GM Matiak

  • PM em surto é preso após fazer funcionária da GOL refém em aeroporto.

    Um policial militar em surto foi preso na noite desse domingo (11), depois de fazer refém uma funcionária da companhia aérea GOL no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

    O homem utilizou-se de uma caneta para ameaçar a vítima e a todo tempo ele afirmava estar carregando uma bomba na mochila.

    Após rápida negociação, o policial que é lotado em um Batalhão da Polícia Militar em Foz do Iguaçu, se rendeu, liberando a funcionária, que não se feriu. Ele foi detido e encaminhado a delegacia. A motivação das ameaças serão apuradas.



    Pessoas que conhecem o policial relataram que ele sempre foi muito amigo e um excelente profissional e que na manhã deste domingo ele teria sido dispensado ou adiantado as férias e não aparentava estar bem.

    Em nota, a GOL afirmou que está dando todo o suporte necessário à colaboradora já a GRU Airport que administra o aeroporto disse em jota que a situação foi controlada em poucos minutos pela PF e que não houve feridos durante a ação.

    NOTA DA GOL LINHAS AÉREAS

    “A GOL está ciente do ocorrido no Aeroporto Internacional de São Paulo (GRU Airport) hoje e informa que está dando todo o suporte necessário à colaboradora, que não sofreu quaisquer ferimentos e encontra-se bem.

    A Polícia Federal está no comando das investigações e a Companhia está à disposição para prestar todo o suporte necessário. A ocorrência ficou restrita à sala de embarque do aeroporto e o envolvido no caso não era passageiro da GOL em nenhum dos seus trechos de origem ou destino.”

    NOTA DO AEROPORTO DE GUARULHOS

    “A GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, informa que na noite de 11 de abril os órgãos responsáveis pela segurança do Aeroporto foram acionados para controlar um passageiro que, utilizando uma caneta, fez uma tripulante como refém em um dos portões de embarque do terminal 2. A ocorrência foi controlada em poucos minutos pela Polícia Federal, em total segurança e não houve feridos. O incidente não impactou as atividades e as operações do aeroporto. O passageiro foi encaminhado para delegacia e as causas da ocorrência estão sendo apuradas pelas autoridades competentes.”

  • No Paraná, briga generalizada entre famílias acaba com 4 pessoas no hospital e 5 na delegacia.

    Uma grande confusão na noite deste sábado (10) acabou com quatro pessoas esfaqueadas e cinco pessoas na delegacia. O caso foi registrado em Cascavel, no Paraná.

    Segundo informações, ocorreu uma briga generalizada entre famílias onde mais de 10 pessoas estariam envolvidas na confusão. A Polícia Militar foi acionada e encontrou 4 pessoas esfaqueadas, com ferimentos moderados. As quatro vítimas, 3 homens e 1 mulher, foram atendidas pelo SAMU e encaminhados a um hospital da região.



    Outras cinco pessoas foram encaminhadas para a delegacia para as devidas providências. Uma destas, já foi conduzida detida, as outras ainda seriam ouvidas.

  • Mulher que estava apanhando do ex-marido revida agressões e mata ele.

    Na manhã de sábado (10) um homem morreu após tentar matar a ex-mulher à facadas.

    Segundo informações, o homem de 33 anos, invadiu a residência da ex, da qual ele não aceitava o fim do relacionamento, agrediu ela e tentou matá-la. A mulher, de 24 anos, revidou as agressões para se defender. O homem morreu na hora.



    A mulher precisou ser socorrida e foi encaminhada a um hospital.

    O caso foi registrado no Mato Grosso do Sul.

    O casal tem duas filhas pequenas. O homem tinha histórico de violência doméstica.

  • Morre Deputado Estadual Delegado Rubens Recalcatti em Curitiba

    Morreu na noite desta sexta-feira (9), o Deputado Estadual Delegado Rubens Recalcatti na cidade de Curitiba. As primeiras informações dão conta que Recalcatti teria sofrido uma parada cardíaca em sua residência.

    Rubens Recalcatti nasceu na cidade de Videira em Santa Catarina, em 23 de outubro de 1948. Sempre muito carismático e também ficou conhecido como Delegado Recalcatti.

    Recalcatti atuou como advogado, delegado e atualmente era deputado estadual do Paraná.

    Formado em Estudos Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) e em Direito pela UniCuritiba. Atuou como delegado desde 1994, quando foi concursado.

    Nas eleições de 2014, foi eleito primeiro suplente do PSD, com 40.358 votos. Após a vitória de Chico Brasileiro a prefeito de Foz de Iguaçu, ele assumiu como Deputado Estadual.

    Em 2018 ele foi eleito Deputado Estadual com 35.348 votos.

    Recalcatti passou por diversas delegacias de Curitiba e região metropolitana. Por onde passou fez inúmeros amigos e construiu um legado na Polícia Civil.

    Mais informações em breve.

  • Petroleiros aprovam greve sanitária na Repar.

    Movimento começa na próxima segunda-feira (12) e reivindica a suspensão da parada de manutenção da refinaria por prazo indeterminado.

    A última das quatro sessões de assembleia para debater e deliberar sobre greve na Repar terminou em horário avançado da noite desta quinta-feira (08).

    Com 56% de votos a favor, 34% contrários e 10% de abstenções, os petroleiros da refinaria do Paraná aprovaram a deflagração do movimento paredista a partir da próxima segunda-feira (12).

    A luta é pela suspensão por tempo indeterminado da parada de manutenção da unidade mediante o cenário de grave crise sanitária gerado pela pandemia do coronavírus.

    Os gestores da empresa, em desprezo à vida dos trabalhadores, insistem em realizar a parada. O procedimento industrial, previsto para começar também no dia 12, adicionaria mais dois mil empregados na rotina da Repar e causaria aglomerações por todos os cantos do parque industrial, situação propícia para o surgimento de um foco de contaminação em massa.

    Já foram registradas três mortes de trabalhadores terceirizados na refinaria por Covid-19 e a gestão sequer comunicou os demais empregados.

    Diante de tamanha negligência com a segurança e de tantas tentativas por parte do Sindicato de negociar uma solução, não resta outro caminho a não ser a paralisação total das atividades.

    Em defesa da vida, agora é greve!

    Informou Sindpetro PR

  • Motoristas são denunciados por racha com batida que matou irmãos, em Araucária

    MPPR oferece denúncia por homicídio doloso contra motoristas que fizeram “racha” em Araucária que resultou em acidente com duas mortes

    O Ministério Público do Paraná, por meio da 3ª Promotoria de Justiça de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, ofereceu denúncia criminal contra dois homens que participaram de um “racha” nas ruas da cidade, causando acidente que resultou na morte de dois ocupantes de um terceiro veículo. O crime aconteceu na noite de 27 de fevereiro.

    Conforme a denúncia, o condutor de um Fiat Palio provocou o motorista de um Chevrolet Cruze para um racha, e ambos percorreram diversas vias em alta velocidade. O motorista do Fiat teria passado o sinal vermelho em um cruzamento, abalroando um Fiat Strada que trafegava regularmente com dois irmãos que faleceram em decorrência da batida.

    O motorista do Fiat Palio foi denunciado por homicídio doloso (dolo eventual), lesão corporal (em relação a dois ocupantes do veículo que ele próprio conduzia, que também ficaram feridos), embriaguez ao volante, violação da suspensão do direito de dirigir (pois estava com a habilitação suspensa por conta de diversas infrações de trânsito), participação em “racha” e infração de medida sanitária preventiva (já que o fato ocorreu no horário do “toque de recolher” determinado em decreto estadual como medida preventiva à difusão do coronavírus). O motorista do Cruze foi denunciado por participação em “racha” com resultado morte e por infração de medida sanitária preventiva.

    Por Ministério Público

  • Criminoso morre durante cumprimento de mandado de prisão na RMC.

    Policiais do Serviço Reservado da Polícia Militar com apoio de policiais de CHOQUE, foram cumprir um mandado de prisão na manhã desta terça-feira (6) na Rua Barão do Rio Branco em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba.

    O mandado de prisão é decorrente a uma grande operação que acontece no litoral do Paraná para prender indivíduos envolvidos em facções criminosas que atuam no litoral.

    Na chegada da equipe para realizar a prisão do indivíduo, um indivíduo que seria segurança do faccionado morreu em confronto com os policiais. Os policiais conseguiram prender o criminoso procurado. Já o indivíduo morto conta com várias passagens pelo sistema prisional.

    Outros dois confrontos teriam acontecido no litoral do Paraná, em Matinhos e Paranaguá durante a operação.

    A operação continua com intuito de prender mais de 30 criminosos.

  • Criança é atropelada por biarticulado após escapar da mão da mãe no centro de Curitiba.

    Uma criança de 10 anos foi atropelada por um biarticulado no início da noite desta terça-feira (6) no centro de Curitiba.

    O atropelamento foi registrado na Avenida Sete de Setembro esquina com Avenida Marechal Floriano Peixoto.

    O semáforo abriu para o coletivo que seguia na Marechal Floriano e a mesma que estava com um cachorro. O cão tentou atravessar a rua e a criança escapou da mão da mãe e foi junto com o cãozinho. O coletivo acabou atingindo a criança em baixa velocidade.

    O Siate foi acionado e prestou socorro a criança que foi encaminhada consciente a um hospital, sem risco de morte.

  • Polícia prende idoso que estuprou a própria neta e mais uma criança no Paraná.

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu um homem, de 69 anos, suspeito de estuprar duas crianças de 6 e 9 anos. A captura aconteceu nesta quarta-feira (7), em Londrina, Norte do Estado.

    Os crimes teriam sido cometidos na residência do idoso, em 2014, onde as crianças se encontravam para brincar. Uma das meninas era neta do suspeito e a outra era filha da nora dele.

    O homem foi interrogado sobre os fatos e encaminhado ao Departamento Penitenciário de Londrina.

  • Criança com 5 anos é socorrida em estado grave após ter corpo queimado por óleo quente.

    Uma criança de 5 anos sofreu queimaduras graves nesta quarta-feira (7), em um acidente doméstico com óleo quente na cidade de Toledo, no oeste do Paraná.

    Ele sofreu queimaduras de segundo e terceiro grau em cerca de 40% do corpo, quando uma panela com óleo quente caiu sobre o menino.

    O menino foi transferido via transporte aéreo durante a noite, para unidade de queimados no Hospital Universitário de Londrina.

  • Homem mata atual marido da ex-esposa e foge do local no Paraná.

    Conforme as informações apuradas no local pela equipe de reportagem, o crime aconteceu no cruzamento da Rua Mário Fontana com a Attilio Donassolo. A vítima, identificada como Adriano Cezar Hasselbauer, estava trabalhando com a esposa em um estabelecimento comercial de propriedade do casal, quando o ex-marido da mulher chegou no local em um Fiat/Uno.

    O ex-marido teria então sacado um revólver e efetuou cinco disparos contra o atual marido da mulher, que foi atingido. Ele tentou correr, mas morreu a poucos metros do local, tendo o óbito constatado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e Siate. Após o homicídio, o autor teria fugido com o Uno em direção a São Pedro do Iguaçu.

    Equipes da Polícia Militar (PM) isolaram a área para a investigação por parte da Polícia Civil. O corpo será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Toledo.

  • “Essa infeliz matou meu filhinho”, diz pai de Henry após prisões da ex-mulher e vereador.

    “Esta infeliz matou meu filho. Meu filhinho deve ter sofrido muito”.

    Essas foram as palavras do engenheiro Leniel Borel de Almeida, logo após a prisão a ex-mulher, Monique Medeiros, e do namorado dela, o vereador Dr. Jairinho.

    Em entrevista ao repórter Carlos De Lannoy, da TV Globo, ele chegou a dizer que estava passando mal.

    Durante a madrugada, antes mesmo de saber da prisão da ex-mulher e do marido dela, Leniel postou uma homenagem ao filho, que completa um mês de morto nesta quinta, e pediu “desculpas” por não ter conseguido protegê-lo.

    “30 dias desde que te dei o último abraço. Nunca vou esquecer de cada minuto do nosso último final de semana juntos. Deixar você bem, cheio de vida, com todos os sonhos e vontades de uma criança inocente. Desculpa o papai por não ter feito mais, lutado mais e protegido você muito mais. Confiamos que Deus fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu juízo como o meio-dia”, disse o pai em uma rede social.

    Prisões
    A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu, na manhã desta quinta-feira (8), o vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho (Solidariedade) e a namorada dele, a professora Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, 4, morto no dia 8 de março na Barra da Tijuca, zona oeste carioca.

    Os mandados de prisão foram expedidos pelo 2º Tribunal do Júri da Capital. A prisão é temporária, com duração de 30 dias. O casal foi levado para uma delegacia na Barra da Tijuca. Vários policiais participaram da prisão. O casal foi recebido com gritos de assassinos na porta da delegacia, onde várias pessoas aguardavam a chegada.

    A suspeita é que a criança tenha sido assassinada e que era submetida a sessões de agressão no apartamento em que morava com a mãe e o padrasto. O casal também estaria atrapalhando as investigações.

    De acordo com a GloboNews, a polícia descobriu que Henry era agredido há pelo menos um mês antes da morte, inclusive com chutes e golpes na cabeça.

    Henry passou o fim de semana anterior à sua morte com o pai, que o deixou no condomínio da mãe e do namorado na noite do dia 7 de março, um domingo, sem lesões aparentes. Na mesma madrugada, Monique e Jairinho levaram o garoto às pressas para o hospital, onde ele chegou já morto.

    Um exame de necropsia concluiu que as causas do óbito foram “hemorragia interna” e “laceração hepática” (lesão no fígado), produzidas por uma “ação contundente” (violenta). Ele tinha outras diversas lesões e hematomas pelo corpo.

    No hospital, o casal disse que estava em outro quarto quando ouviu um barulho emitido pela criança e se levantou para ver o que havia acontecido. Chegando lá, teriam visto o menino caído no chão, com os olhos revirados, as mãos e pés gelados e sem respirar.

    Dr. Jairinho ligou para o governador em exercício Cláudio Castro (PSC) após a morte de Henry, antes de o caso chegar ao noticiário. Ele teria dado sua versão do ocorrido e perguntado o que seria feito pelas autoridades, procurando também outros secretários e policiais.

    Em nota, o governador confirmou o telefonema, segundo ele ocorrido horas antes de o caso ganhar repercussão na mídia. “Ao saber do fato, Castro limitou-se a explicar ao vereador que o assunto seria tratado pela delegacia responsável pelo inquérito e encerrou a ligação. O governador em exercício reitera que sempre garantiu total autonomia à Polícia Civil e que não interfere em investigações”, informou.

    Os investigadores já ouviram 17 pessoas sobre a morte. Entre elas, a faxineira que limpou o apartamento do casal um dia após a morte de Henry (antes da perícia), uma ex-namorada do parlamentar que o acusou de agressões contra ela e sua filha, na época criança, a psicóloga do menino e as pediatras que o atenderam no Hospital Barra D’Or.

    Ao todo, 11 celulares foram apreendidos em diferentes endereços ligados à família da criança na semana passada.

    Diante de informações de que mensagens teriam sido apagadas dos aparelhos do casal, a polícia deve usar um programa de dados especial para resgatar as mensagens.

    Segundo o advogado de Monique e Jairinho, “até agora isso se trata de fofoca” e é preciso aguardar o laudo oficial para confirmar se as mensagens foram de fato apagadas. Ele afirma que a professora teve seu celular hackeado, o que foi registrado em uma ocorrência online, já que a delegacia de crimes de informática está fechada em razão da pandemia.

    Nesta semana, a defesa de Dr. Jairinho e de Monique pediu à Justiça a anulação de todas as provas que futuramente derivem dos celulares e computadores apreendidos nos endereços do casal e de seus familiares, durante as investigações sobre a morte do menino.

    Em documento enviado à 2ª Vara Criminal do Rio de Janeiro nesta terça (6), os advogados também dizem que o parlamentar é perseguido pelo delegado responsável pelo caso, Henrique Damasceno, e por isso solicitam que o inquérito passe para as mãos da Delegacia de Homicídios da cidade.

    Perguntas ainda sem respostas
    Peritos apontam que as lesões no corpo de Henry não são compatíveis com acidente doméstico.

    O que as causou?

    Por que a faxineira limpou o apartamento antes de a polícia fazer a perícia?

    Uma ex-namorada de Dr. Jairinho o acusa de agredir sua filha, na época criança. A defesa diz que ele é perseguido pela mulher há 10 anos. O vereador estaria envolvido na agressão?

    As mensagens nos celulares do casal realmente foram apagadas? Por qual motivo?

    Uma outra ex-namorada do vereador contou à polícia que, seis horas após a morte do menino, teve uma conversa com Jairinho “como se nada tivesse acontecido”. Por que ele não falou sobre a morte?

  • Mulher com Covid-19 foge de hospital no Paraná.

    Uma paciente com Covid-19 fugiu de um hospital no final da noite desta quarta-feira (07) em Apucarana, no Paraná.

    Segundo informações da polícia Militar, a mulher fugiu do local sem alta médica. Uma enfermeira do hospital relatou que a mulher, positivada pra Covid-19 estava com a saturação sanguínea fora da normalidade e que a orientação era de internamento. Mas ela se recusou a ser tratada e fugiu do hospital.



    A Polícia Militar foi acionada mas não conseguiu encontrar a paciente.

  • Obra bloqueia importante ponte entre Curitiba e Araucária por quatro meses.

    A ponte da Rua Francisca Beraldi Paolini, no bairro Campo de Santana, que liga os municípios de Curitiba e Araucária, região metropolitana (RMC), está bloqueada desde o início desta semana para a passagem de veículos. A Prefeitura de Curitiba realiza uma obra que deve durar quatro meses.

    Segundo a Prefeitura de Curitiba, a intervenção é um pedido antigo da pandemia e se faz necessária para a implantação de galeria de águas pluviais numa extensão de 300 metros para atender o sistema de drenagem da rua e evitar alagamentos em períodos chuvosos.


    Bloqueio

    O bloqueio inicia na ponte de limite com o município de Araucária e segue até a Rua Delegado Bruno de Almeida. A Prefeitura da capital disse que ônibus continuarão circulando pelo trecho, mas o fluxo de todos os demais veículos não será permitido enquanto durar a obra.

    Veículos de pequeno porte e caminhões pequenos serão desviados pelas ruas adjacentes da Comunidade 29 de Outubro. Já caminhões de grande porte serão desviados pelas rodovias – não há opção de retorno após a entrada na Rua Francisca Beraldi Paolini.

    Prefeitura de Curitiba
    A Prefeitura de Curitiba informou que a Administração Regional do Tatuquara prestará apoio para informação a moradores, empresas e grandes olarias que utilizam o acesso à cidade vizinha, indicando os desvios possíveis dependendo do caso, além de informar a Prefeitura de Araucária para apoio na divulgação do bloqueio.

  • Morre Nelson Ferri, proprietário do tradicional Bar Stuart.

    Morreu na manhã desta segunda-feira (05) o proprietário do Bar do Stuart, Nelson Ferri aos 72 anos.

    Segundo informações divulgadas nas redes sociais, Nelson estava se tratando de um câncer e estava internado no Hospital Vita.

    Pedaço de história curitibana

    Frequentado há décadas por clientes fieis, sentaram-se à mesa do Stuart políticos, poetas, jornalistas e toda a sorte de boêmios. Seu primeiro endereço foi na Rua Comendador Araújo, de 1904 a 1927, aberto por Joseph Ritcher. Depois, ocupou um imóvel na Boca Maldita. Em 1938, os irmãos Afonso e Leopoldo Mehl assumiram o bar e mudaram-no para o atual endereço em 1954, na esquina da Praça Osório com a Alameda Cabral.

  • Dois homens são encontrados mortos com as mãos amarradas na RMC; um era cantor gospel.

    Dois homens foram mortos a tiros e com as mãos amarradas, em uma estrada rural, em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com as primeiras informações, uma pessoa passava pelo local e viu dois homens mortos mortos amarrados em árvores e avisou a polícia. Uma das vítimas identificadas é o cantor gospel Oziel Rodrigues de Oliveira, já o outro homem não foi identificado.

    Ainda não se sabe a causa dos homicídios, mas de acordo com a polícia, da forma que os corpos foram encontrados há a hipótese de execução. “Eles estavam com as mãos amarradas para trás e com vários disparos de arma de fogo na cabeça”, relatou o tenente Pedro, que atendeu a ocorrência.

    Os corpos foram encaminhados ao IML de Curitiba. A polícia investiga o caso.

  • Covid: durante enterro do pai, filhos recebem notícia da morte da mãe.

    Uma família do Distrito Federal vive o descontrole da pandemia de Covid-19 no Brasil de forma dolorosa. Depois de perderem o patriarca para a doença, os Nunes, moradores do Sol Nascente, receberam a notícia do óbito da mãe quando ainda estavam concluindo o enterro do pai.

    A morte do aposentado Antônio Nunes, 67 anos, aconteceu menos de 24 horas antes do falecimento de sua esposa, a dona de casa Francisca Nunes, 54. O sepultamento dele foi sepultado no sábado (3/4); o dela no domingo de Páscoa.

    Casados havia 47 anos, Antônio e Francisca deixam quatro filhos e sete netos. Todos moram no mesmo condomínio, no Sol Nascente. “Nossa família está muito abalada. Não é normal enterrar o pai num dia e a mãe no outro”, lamenta a auxiliar de limpeza Lucineide Nunes, 46, filha do casal.

    Antônio e Francisca eram maranhenses. Eles tiveram contato com o coronavírus numa viagem à terra natal com o objetivo de buscar uma irmã de Antônio – Maria Azevedo Silva, 81 – a fim de trazê-la para Brasília.

    Como estava há mais tempo com a doença, Maria foi a primeira a procurar ajuda médica, no início de março. Ela faleceu uma semana depois. Os dois estavam internados no Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

    Amor
    A família conseguiu juntar o leito deles dentro do hospital, mas isso durou pouco, porque logo Antônio precisou ser transferido para uma unidade de terapia intensiva. “Na UTI, a fisioterapeuta conseguiu fazer uma videochamada entre meu pai e minha mãe, e todos se emocionaram muito em ver o amor dos dois”, lembra Lucineide.

    “A médica falou que fez de tudo para salvar os dois, porque viu esse amor e cuidado entre eles e a família. Os filhos, o genro, a nora, os netos, todos se prontificaram a cuidar até o último momento”, relata

    Agora, a família busca superar o luto e honrar a memória dos fundadores da família. “Quando eles estavam vivos, a gente dizia que quando um morresse o outro iria logo em seguida, e foi o que aconteceu. Estamos vivendo um luto, porque nossos pais eram muito amados. Nosso condomínio não será mais o mesmo”, destacou Lucineide.

  • Usa gás natural? Prepare o bolso porque reajuste será de 39% a partir de maio.

    A Petrobras informou ao mercado nesta segunda-feira, 5 de abril, que os preços de venda do gás natural para as distribuidoras terão aumento de 39% a partir do dia 1º de maio. Medido em dólares, o aumento será de 32%. “A variação decorre da aplicação das fórmulas dos contratos de fornecimento, que vinculam o preço à cotação do petróleo e à taxa de câmbio”, diz a petrolífera.

    A empresa destaca que as atualizações dos preços dos contratos são trimestrais, ou seja, para o período e maio, julho e julho a referência são os preços dos meses de janeiro, fevereiro e março, quando o petróleo teve alta de 38%.

    Outro ponto que influencia o preço é a alta de 31% do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) entre março de 2020 e março de 2021, no repasse dos custos incorridos pela companhia para o transporte do insumo até o ponto de entrega às distribuidoras.

    “Apesar do aumento em maio, junho e julho, ao longo de 2020, os preços do gás natural às distribuidoras chegaram a ter redução acumulada de 35% em reais e de 48% em dólares, devido ao efeito da queda dos preços do petróleo no início do ano”, pondera a Petrobras.

    A empresa também esclarece que o preço final do gás natural ao consumidor não é determinado apenas pelo preço de venda, mas também pelas margens das distribuidoras (e, no caso do gás veicular, dos postos) e pelos tributos federais e estaduais. “Além disso, o processo de aprovação das tarifas é realizado pelas agências reguladoras estaduais, conforme legislação e regulação específicas.”

  • Jovem morre após “brincar” de roleta russa com amigo.

    Na noite da última quinta-feira (01) um jovem de 20 anos, estudante de direito, morreu com um tiro na cabeça, que foi disparado por ele mesmo durante a famosa brincadeira “roleta russa”.

    Segundo informações da Polícia Militar, até o momento não se sabe de quem era a arma que foi usada por ele na “brincadeira”.

    O universitário estava junto de um amigo que foi levado para a delegacia para prestar depoimento. O amigo relatou que naquela noite ele recebeu uma ligação da vítima para ir até sua casa beber e ouvir música. Ele aceitou e foi até o local.



    O amigo ainda relatou que ao chegar no local, o jovem já estava com um revólver calibre 38 e que em determinado momento a vítima carregou a arma “com uma munição” e começou o jogo da roleta russa. Ambos revezavam a arma onde um fazia o giro do tambor e passava para o outro.

    Durante o depoimento, o jovem revelou ainda que recebeu a arma das mãos da própria vítima duas vezes e efetuou o acionamento do gatilho contra a própria cabeça. E que uma única vez rodou o tambor da arma e entregou para a vítima que acionou o gatilho contra a própria cabeça, o que causou o “autoextermínio”.

    As informações do amigo ainda dão conta de que eles eram amigos há seis anos e que já praticaram a brincadeira da roleta russa em pelo menos quatro ocasiões diferentes.

    O caso foi registrado em Minas Gerais.

  • Mulher corta órgão sexual do namorado e joga na privada depois de acusá-lo de traição.

    Uma mulher de 40 anos foi detida por ter cortado fora o pênis do namorado com uma tesoura, jogado o órgão na privada e dado descarga enquanto ele dormia. Ela teria feito isso porque ele a estaria traindo.

    A vítima relatou que caiu em um sono profundo após comer um macarrão embebido em vinho. Ao acordar, o homem disse que estava com muita dor na região genital e que quando olhou viu que seu órgão sexual havia sido decepado.

    O homem foi socorrido encaminhado para um hospital. Como o pênis não foi encontrado, foi feita apenas uma cirurgia para estancar o sangramento e reparar a uretra para liberação de urina. O escroto e os testículos dele continuaram intactos. Ele não corre risco de morrer.



    A mulher foi detida e encaminhada para uma delegacia. A polícia investiga para descobrir se a mulher adulterou a comida do namorado para ele dormir profundamente.

    Vizinhos relataram que ouviram o casal discutindo e que a mulher disse que ele a estava traindo. Eles estavam juntos há cerca de 10 meses. Ela deverá responder por agressão agravada.

    O caso foi registrado em Taiwan.

  • Estado revoga decreto de restrições mais rígidas na Região Metropolitana de Curitiba

    A partir deste domingo (4), valem para todo o território estadual as normas gerais previstas no decreto 7230/21

    O Governo do Estado revogou o decreto que previa regras de circulação mais rígidas em 11 municípios da Região Metropolitana de Curitiba, antecipando o retorno das atividades não essenciais nas cidades do chamado Primeiro Anel, aquelas mais próximas à Capital. A partir deste domingo (4), valem para todo o território estadual as normas gerais previstas no decreto 7230/21.

    O Estado acompanha a decisão da Prefeitura de Curitiba, que antecipou para a segunda-feira (5) a reabertura do comércio. As mudanças acontecem nas cidades de Campo Largo, Campo Magro, Almirante Tamandaré, Colombo, Pinhais, Piraquara, São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande, Araucária, Quatro Barras e Campina Grande do Sul.



    Até o dia 15 de abril, as cidades paranaenses seguem as mesmas medidas. Apesar de contar com algumas restrições, atividades comerciais na rua, galerias e centro comerciais e serviços não essenciais dos municípios com mais de 50 mil habitantes poderão funcionar das 10 horas às 17 horas, de segunda a sexta-feira, com limitação de 50% de ocupação, e sábado exclusivamente nas modalidades delivery e drive thru, das 10 horas às 17 horas.

    Os shopping centers poderão abrir ao público das 11 horas às 20 horas, de segunda a sexta-feira, com limitação de 50% de ocupação, e no sábado apenas nas modalidades delivery e drive thru, no mesmo horário. Os municípios com menos de 50 mil habitantes devem seguir a regulamentação municipal.
    Restrições

    Continua proibida a circulação de pessoas entre as 20h e 5h. Ficam de fora desta regra apenas os profissionais e veículos vinculados a atividades essenciais. Também continua proibida a venda e consumo de bebidas alcóolicas em espaços de uso público e coletivo no mesmo horário, em todos os dias da semana.

    Bares, restaurantes e lanchonetes só podem abrir para o público de segunda a sexta-feira das 10h às 20h, com ocupação máxima de 50%. No entanto, na modalidade de delivery, podem funcionar sem restrição de dia e horário.



    O decreto mantém suspensas atividades que causem aglomerações, como casas de shows, circos, teatros, cinemas e museus; os destinados a eventos sociais e atividades correlatas em espaços fechados, como casas de festas, de eventos, incluídas aquelas com serviços de buffet; os estabelecimentos destinados a mostras comerciais, feiras, eventos técnicos, congressos e convenções; bares, casas noturnas e correlatos; além de reuniões com aglomeração de pessoas, encontros familiares e corporativos.
    Outras atividades

    As atividades religiosas devem seguir a regulamentação da Secretaria da Saúde publicada em 26 de fevereiro, especificada na Resolução 221/221. Segundo o documento, os templos, igrejas e outros espaços devem realizar suas atividades de forma preferencialmente virtual. Em casos de atividades presenciais, deve-se respeitar o limite de 15% da ocupação.

    As aulas presenciais da rede estadual, embora não constem do decreto, continuam suspensas. O cronograma do retorno será definido pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte. Já as escolas particulares estão autorizadas a funcionar no modelo híbrido, seguindo resolução 240/21 resolução número 240/21 da Secretaria de Estado da Saúde, que prevê o limite de 30% dos alunos nas salas de aula.

    AEN

  • HMA recebe novos equipamentos para enfermaria e UTI´s

    O HMA (hospital Municipal de Araucária) recebeu nesta quarta-feira (31) 20 monitores multiparâmetros e 28 bombas de infusão que serão utilizados nas enfermarias e também nas UTI´s (Unidades de Terapia Intensiva) e no Pronto Socorro do hospital. Os equipamentos novos foram adquiridos pela Prefeitura Municipal que está fazendo um investimento de, aproximadamente, R$ 5 milhões na modernização e renovação dos equipamentos hospitalares.

    Os novos monitores multiparâmetros do HMA foram adquiridos com as configurações adulto, pediátrico, neonatal e, de acordo com o setor de engenharia clínica, são equipamentos indispensáveis para o monitoramento dos sinais vitais de pacientes durante procedimentos cirúrgicos ou no período em que estiverem internados. “Eles têm parâmetros para a medição dos sinais de eletrocardiografia, nível de saturação de oxigênio, temperatura, pressão arterial e da frequência respiratória por minuto do paciente”, explica o engenheiro clínico, Juliano Betim Cozitski.

    Esses equipamentos, que custaram cerca de R$ 15 mil cada um, também possuem bateria que possibilita o uso durante o transporte de pacientes por até 120 minutos.

    As 28 bombas de infusão são equipamentos utilizados para o controle da infusão de medicamentos via intravenosa, ou seja, pela veia, oferecendo um fluxo preciso e seguro. O modelo adquirido pelo HMA, oferece vantagens significativas, como a capacidade de fornecer volumes muito baixos e até mesmo em taxas programadas, com precisão ou intervalos de tempo programados.

  • PREFEITO RAFAEL GRECA CRIA PROJETO DE LEI PARA MULTAR QUEM DISTRIBUIR COMIDA a SEM-TETO SEM AUTORIZAÇÃO

    “É revoltante um projeto de lei deste, numa Pandemia, onde prefeitura, estado e governo federal não consegue alimentar quem tem fome e agora querem multar quem se dispõe a ajudar o próximo?”.

    Prefeitura defende que precisa haver organização na distribuição. Projeto de lei prevê multa de R$ 150 a R$ 550, após advertência, para quem entregar comida sem autorização.



    Prefeitura quer mudanças na distribuição de marmitas em Curitiba

    O prefeito Rafael Greca (DEM) encaminhou à Câmara Municipal de Curitiba (CMC) um projeto que prevê multa para quem distribuir comida aos sem-teto sem autorização da prefeitura.

    Atualmente, são quase 3 mil sem-teto em Curitiba, segundo a prefeitura. Pela proposta, quem “distribuir alimentos em desacordo com os horários, datas e locais autorizados pelo Município de Curitiba”, poderá ser multado de R$ 150 a R$ 550, após advertência.

    O projeto de lei entrou entre as votações da CMC na segunda-feira (29), junto com um requerimento de que, nesta quarta-feira (31), fosse votado em regime de urgência. O pedido era para que a tramitação desse projeto fosse acelerada, mas o requerimento foi retirado de pauta pelos vereadores, que optaram pela tramitação habitual.

    Ao saber do projeto de lei, organizações não governamentais e grupos de voluntários que distribuem os alimentos aos sem-teto fizeram uma carta aberta. As ONGs disseram que foram pegas de surpresa.

    “Em meio a tantos problemas, tantas demandas não cumpridas, tantas possibilidades efetivas de resolver de forma eficaz o problema, a atitude é esta: proibir e penalizar quem faz”, disse a carta aberta assinada pelas ONGs.

    Carlos Umberto dos Santos, coordenador do Movimento Nacional da População de rua, disse que a prefeitura vai contra o objetivo dos voluntários.

    “A gente está ajudando essas pessoas em desigualdade social. Eles precisam dessa alimentação, é o que sustenta o dia dessas pessoas. Viver na rua ninguém quer”, defendeu.

    O que diz a prefeitura de Curitiba?

    Em nota, a prefeitura explicou as razões do projeto, que ganhou o nome de Programa Mesa Solidária. Segundo a proposta, seriam feitas apenas mudanças na forma da distribuição de comida aos sem-teto.

    Conforme a Prefeitura de Curitiba, tem que haver organização porque há descompasso no fornecimento das marmitas: em alguns momentos os alimentos são oferecidos em exagero e, em outros, faltam alimentos.

    A distribuição dos alimentos sem controle é arriscada, conforme a prefeitura. A ideia é que, além de ser organizado, com cadastro dos grupos e ONGs de voluntários, haja o controle sanitário, com a distribuição em locais específicos.

    A prefeitura defende que, quando há o fornecimento exacerbado, os resíduos deixados pelos sem-teto acabam atraindo vetores urbanos e pragas.

    Além do manifesto das ONGs, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção do Paraná (OAB-PR) pediu esclarecimentos à prefeitura e também à CMC.

  • Pneu de carro se solta e mata motociclista que vinha na pista contrária no Contorno Leste.

    Uma tragédia terminou na morte de um homem de 40 anos na manhã desta quinta-feira (1) no Contorno Leste. O acidente aconteceu por volta das 7h na altura do KM98, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

    Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o conjunto de roda e pneu se desprendeu de um carro, um Fiat Ideia, e atingiu uma motocicleta que seguia pela pista contrária

    O piloto, identificado nas redes sociais como Sidnei Ribas Vieira, era vigilante e morreu após ser atingido. O motorista do veículo, responsável pela tragédia, ficou no local.

    Luto
    Nas redes, amigos lamentam a morte de Sidnei. “É inacreditável, quanta tristeza ao receber essa notícia, vc sem dúvidas foi um super companheiro de trabalho, e vc sabia disso, eu sempre lhe falava, um homem de um coração incrível e que amava a família, sempre falava da sua esposa com tanto amor , que Deus o receba de braços abertos meu amigo, com toda certeza fará muita falta a todas as pessoas que tiveram o prazer de te conhecer. Descanse em paz”, disse uma das amigas.

    *Inicialmente, a PRF havia informado que o pneu de um caminhão havia se soltado, mas a informação foi retificada na sequência.

  • PCPR PRENDE SUSPEITO DE ESTUPRO DE VULNERÁVEL OCORRIDO EM COLOMBO

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu preventivamente um homem, de 59 anos, suspeito de estupro de vulnerável, ocorrido em 2020, no município de Colombo, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Ele teria molestado e praticado atos libidinosos contra duas crianças, de 8 e 9 anos. A captura aconteceu na segunda-feira (29), em Pinhais, também na RMC.

    Os policiais também cumpriram mandado de busca e apreensão na residência do suspeito, onde foram apreendidos computadores e celulares.



    AÇÃO DISTINTA- Ainda na segunda-feira (29), a PCPR prendeu em flagrante um homem, de 38 anos, por violência doméstica. A captura ocorreu no bairro Roça Grande, em Colombo, na RMC.

    Os policiais civis estavam a caminho de diligências quando notaram uma mulher, de 31 anos, sendo arrastada para dentro de um caminhão. A vítima e o suspeito são casados há 10 anos

    Informações Polícia Cívil do Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *